Fale Conosco
  • phone
    (13) 3234-5184 \ (13) 3323-1449
  • location_on

    Avenida Ana Costa, 121, Gonzaga - Santos -SP

Deixe sua Mensagem

Qual investimento para abrir uma loja?

Descubra o investimento para abrir uma loja com as dicas que nós, da Cefas Contabilidade, preparamos para você!

Qual Investimento Para Abrir Uma Loja Post -  CEFAS - Qual investimento para abrir uma loja?

Qual investimento para abrir uma loja?

O investimento para abrir uma loja varia de acordo com o tipo de negócio que  você deseja iniciar, o tamanho da loja e, por último, mas não menos importante, a localização.

Na cidade de São Paulo, por exemplo, o preço médio de venda por metro quadrado do espaço comercial (a partir de 2018) pode ser 10% a 20% maior do que o da loja em Santos/SP.

E, enquanto cada novo negócio é diferente, o primeiro passo é descobrir quanto custará para abrir sua loja e colocar tudo no papel.

Comece com um bom plano de negócios

Para determinar quanto dinheiro você precisa para começar o seu negócio, é necessário desenvolver um plano de negócios.

Os dados que você precisa colocar em seu planejamento devem incluir cálculos realistas para os custos iniciais e as despesas operacionais mensais para administrar sua loja. O plano também mostrará quanto tempo levará até que seu negócio atinja seu ponto de equilíbrio . O “break even” é o ponto em que os custos ou despesas e a receita são iguais – não há perda líquida ou ganho líquido.

Não só um plano de negócios bem pensado lhe dará uma ideia dos recursos necessários para o seu negócio, mas também servirá como base para possíveis investidores e credores. Você precisa provar ao banco ou a qualquer outro patrocinador que sua ideia é boa, que você calculou todos os custos e riscos e que vale a pena investir.

Superestimar (não subestime) suas despesas

Quando se trata de pedir dinheiro emprestado para financiar o seu negócio, o custo de  financiamento de uma loja em fase inicial está, geralmente, diretamente relacionado à quantidade de risco envolvida: quanto maior o risco, mais caro é o empreendimento.

Um dos maiores erros que muitos pequenos empresários cometem é subestimar suas despesas. Seja realista e superestime ao invés de subestimar.

Os custos que você não planejar, certamente surgirão à medida que você preparar a loja para a abertura.

Muitos desses descuidos serão pequenos, mas alguns podem ser grandes, e todos podem afetar seu sucesso a longo prazo. Você pode evitar muitas despesas inesperadas sendo o mais completo, preciso e realista possível nos estágios de planejamento.

Custos básicos de abertura de uma Loja

Em sua lista de custos de abertura de uma loja deve constar tudo o que você precisa para abrir as portas, mantê-las abertas e planejar o futuro.

Faça um brainstorming para identificar todas as despesas em que você conseguir pensar – até o papel higiênico do banheiro – e pesquise quanto custará cada item de produtos.

Abaixo estão alguns custos típicos de investimento para abrir uma loja. Os custos são estimativas. Você deve levar em consideração sua localização, o tamanho e o tipo de sua loja:

Aluguel

Certifique-se de ter capital suficiente para cobrir seu aluguel por pelo menos dois anos.

Vitrines e Prateleiras

Dependendo do tipo e tamanho do seu negócio, você pode precisar de estantes, prateleiras, caixas e móveis.

Estoque inicial

Seu estoque precisa estar totalmente abastecido para atender as demandas do dia da abertura e com produtos suficiente para durar pelo menos quatro meses.

Se você não souber os preços exatos de seus produtos, use uma projeção de marcação estimada para identificar os preços que provavelmente seus distribuidores irão te cobrar.

Por exemplo: se você conhece os produtos que deseja vender normalmente no varejo por R$ 80,00, pode assumir que, com uma margem de 25%, poderá comprá-los do fabricante por até R$ 60,00.

Equipamentos e tecnologia

Fatores como:

  • sistemas de ponto de venda (PDV),
  • computadores,
  • acesso à web,
  • televisões,
  • plataformas de pagamento móvel, e
  • outras despesas de TI

não são baratos.

Os sistemas de PDV básicos custam em torno de R$50,00/usuário, com um pequeno adicional  para cada novo usuário. As televisões podem custar de R$2.000,00 cada, enquanto o acesso à Web pode custar R$100, ou mais por mês.

Hospedagem na web

Se você quer ter uma loja virtual, precisa de uma plataforma de e-commerce e uma hospedagem.

Existem construtores e hosts gratuitos que estão disponíveis, mas suas capacidades são limitadas e podem refletir negativamente em sua marca.

Em vez disso, espere investir um mínimo de R$49,90 por mês para um e-commerce. (Referência Nuvemshop.)

Suprimentos e serviços de limpeza

Se você optar por contratar um serviço de limpeza, pode esperar gastar entre R$200,00  e R$ 400,00 por semana.

O investimento inicial para abrir uma loja, só com suprimentos e equipamentos mais pesados, como aspiradores, fica em torno de R$1.000,00.

Publicidade

Você pode escolher a publicidade boca-a-boca com custo zero, incluindo trabalhar em qualquer plataforma de mídia social com a qual esteja familiarizado por conta própria, ou contratar uma agência de marketing,  que custará em torno de R$ 1.000 a R$ 10.000 por mês, dependendo da estratégia.

Decoração de interiores e estética

Você pode precisar:

  • pintar as paredes,
  • instalar prateleiras,
  • adicionar um balcão,
  • substituir o piso, e
  • fazer outras alterações.

Enquanto algumas reformas podem ser tratadas de forma independente, projetos maiores podem exigir um empreiteiro geral a um custo de R$ 300,00 a R$ 500,00/hora, além do custo dos materiais.

Serviços profissionais

Você precisará contratar uma assessoria contábil para abrir e legalizar seu negócio, além de cuidar dos aspectos de conformidade e de toda burocracia legal das exigências dos órgãos reguladores.

Este é um serviço essencial, pois sem CNPJ, você não terá alvará de funcionamento e, sequer, poderá emitir Notas Fiscais para seus clientes. Os serviços de uma boa assessoria contábil custarão de R$ 1.000,00 a R$ 10.000 ou mais, dependendo do porte e da quantidade funcionários que você terá.

Despesas operacionais

Quaisquer outros custos que você possa pensar em incluir, tais como:

  • relógios de ponto;
  • câmeras de segurança; e
  • suprimentos de escritório; como papel, canetas e agendas de livros.

Você precisará cobrir todas as despesas operacionais até que sua empresa atinja o ponto de equilíbrio.

Lembre-se de que sua loja provavelmente não será lucrativa nos primeiros meses e o seu payback ou, retorno sobre os investimentos, pode levar alguns anos.

Você precisa manter as “caldeiras acesas”, pagar os funcionários e cobrir todas as outras despesas até atingir o ponto de equilíbrio. É nesse momento que seu lucro  mensal de vendas (não vendas, mas lucro) pode cobrir as despesas mensais de sua loja.

Se você é um empreendedor, deve se pagar um pró-labore para administrar a loja. Inclua esse custo no planejamento, mas você só deve pagar a si mesmo se estiver trabalhando fisicamente na loja.

Raramente há dinheiro suficiente em uma loja em fase de abertura para pagar o gerente e o proprietário.

Resumindo…

Serão precisos alguns investimentos para abrir sua loja, porém você estará se juntando a uma enorme comunidade de empreendedores que estão perseguindo o sonho de empreender com sucesso, através de muito trabalho e planejamento adequado.

Uma empresa de contabilidade especializada em contabilidade para o comércio pode te ajudar – e muito – nesta fase de abertura de sua loja.

Se você quer abrir uma loja de sucesso? Nós podemos ajudar você!

Entre em contato e fale com um de nossos especialistas.

Até breve…

Compartilhe nas redes!

Marcadores:

Não perca mais nenhum post!

Assine nosso blog e receba novos posts frequentemente em seu email.

Comentários

Deixe um comentário

avatar
  Subscribe  
Notify of
Open chat
Powered by